Empurroterapia versus Venda Cruzada: entenda as diferenças

Empurroterapia versus Venda Cruzada: entenda as diferenças

Venda cruzada: como você tem trabalhado para aumentar as vendas em sua farmácia? Ainda existem farmacêuticos e vendedores que, sem perceber, estão “empurrando” medicamentos e produtos. Essa prática é considerada ilegal.

Dessa forma, é importante pensar em qual imagem o seu estabelecimento quer passar. Como ele será buscado pelos clientes principalmente durante fragilidades da saúde, é importante prezar pelo atendimento sério, responsável e de qualidade.

Então, como aumentar o faturamento da empresa sem que se perca a confiança do consumidor? A venda cruzada é uma excelente opção, e precisa ser trabalhada com seus colaboradores.

Neste artigo, saiba como conduzir as vendas da sua farmácia de modo a aumentar o lucro!

Venda Cruzada e Fuja da “empurroterapia”

Farmácias podem fazer promoções de produtos (inclusive medicamentos), mas é preciso tomar muito cuidado na hora de oferecê-las aos clientes.

Por exemplo: imagine que uma pessoa vai a farmácia em busca de analgésicos. Se você oferecer medicamentos para dor além do que ela busca simplesmente por estar na promoção (como um anti-inflamatório), é possível que esteja causando um mal à saúde.

Além de o cliente perceber que você está “empurrando” medicamentos, é uma prática ilegal e nociva. Concorda?

Isso é muito feito no comércio geral, quando o cliente busca um item “x”, e após conseguir vendê-lo, o comerciante passa a empurrar o item “y”.

Desincentive esta prática dentre seus colaboradores. Pelo contrário, incentive-os a prestar um atendimento de qualidade para que o cliente sempre volte lá.

Invista na Venda Cruzada (Cross selling)

Diferentemente da empurroterapia, aqui não estamos falando de nenhum ato ilegal!

O Cross Selling, que se traduz em venda casada, consiste em oferecer produtos complementares enquanto o cliente faz suas compras.

Se você trabalha com drogaria, esta prática se torna muito mais simples! Confira alguns exemplos de venda cruzada:

  • Quando o cliente vai comprar um esmalte, você oferece acetona e algodão.
  • Se a compra for de uma cera para depilação, você pode oferecer o óleo pós-depilatório.
  • Caso a busca seja por shampoo, é possível mostrar as máscaras de hidratação disponíveis.

Basicamente, é uma maneira de o cliente “lembrar” de itens que pode vir a necessitar, e que de fato tenham relação com a compra inicial.

Indo ao exemplo de medicamentos, o Cross Selling pode ser feito de forma saudável (literalmente falando) quando o cliente busca um analgésico e você oferece uma bolsa térmica para alívio das dores.

Percebe que se trata de uma “jogada” inteligente e complementar?

Como a Ultramax pode te ajudar na Venda Cruzada

A Ultramax pensando em ajudar seus clientes nas estratégias de vendas e facilitar as vendas cruzadas, a fim que os estabelecimentos além de venderem mais, possam ainda mais fidelizar seus clientes, disponibiliza no sistema o recurso de venda de kits.

Isso mesmo, no próprio sistema, a sua loja pode cadastrar kits promocionais que facilitam as vendas e possibilitando o cliente adquirir produtos com valores especiais.

Invista também em outras estratégias

Além do Cross Selling, é seu papel de empreendedor buscar práticas para aumentar a lucratividade e ao mesmo tempo, que agradem o cliente.

Quer algumas dicas?

1. Ofereça cashbacks

Sabe aquela história do dinheiro de volta? Ela pode existir em sua farmácia! Possivelmente, você não faça ideia de como fazer acontecer, né?

Uma maneira é implantar uma política de pontos. Imagine o seguinte:

  • A cada real gasto, o cliente acumula um ponto.
  • Quando tiver 100 pontos, pode trocar por R$ 10,00 em produtos.

Bacana, né?

Assim, além de o cliente querer (e buscar) acumular pontos em seu estabelecimento, ele provavelmente irá complementar a compra do cash back com novos itens – o que se traduz em lucratividade.

Leia mais em: Cashback e carteiras digitais: Por que a sua farmácia deve fornecer?

2. Faça entregas

Principalmente em tempos de pandemia, farmácias que fazem delivery se tornaram diferenciais no mercado. Ainda mais quando não são cobradas taxas de entrega!

Neste momento, você deve estar pensando: como vou lucrar fazendo entrega de graça, principalmente em compras de valor baixo?

Uma das estratégias que podem ser utilizadas é estabelecer um valor mínimo de compras para ter a entrega gratuita. Assim, o consumidor acaba pedindo todos os medicamentos do mês nesta compra!

3. Variedade de produtos

Por fim, mas não menos importante, precisamos falar da variedade de produtos que precisam estar disponíveis em sua farmácia – tanto em categorias como em marcas. Com isso, se torna mais fácil praticar o Cross Selling.

Sabe por quê?

Lembra do exemplo do shampoo? Quanto mais produtos na linha capilar, mais possibilidade de compras “casadas” o cliente terá.

Também, sempre que for a farmácia para comprar medicamentos, o consumidor aproveita para levar itens de higiene, por exemplo.

Há várias maneiras de aumentar os lucros sem ferir a ética ou afugentar o cliente! Como você tem feito em seu estabelecimento?

+ posts

Advogada OAB/SP 448.499
Pós-Graduanda em Direito Empresarial FGV/SP
Membro da Associação Nacional dos Profissionais de Privacidade de Dados -ANPPD®

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *